quarta-feira, 12 de setembro de 2012

O despertar das crianças para o mundo da leitura.



Devido o trabalho de professores da educação infantil em incentivar a leitura, o que se tem notado é que muitas crianças, que nem sequer ainda passaram pelo processo formal de alfabetização, já estão adquirindo o gosto pela leitura.
Algumas escolas e creches criadas pela central da Universidade de São Paulo participaram de um projeto de imersão no universo da leitura, no qual realizaram várias leituras com o objetivo de desenvolver na criança tal prazer.
Quando se desenvolve um trabalho desse padrão, propicia à criança o acesso à norma culta da língua desde cedo, proporcionando uma participação social significativa.
A leitura é uma prática social e a criança tem direito de ter acesso a ela, muitos educadores consideram somente outras práticas necessárias, como a música, por exemplo.
Segundo estudiosos, para obter sucesso ao indicar uma obra literária para o aluno, é necessário considerar algumas condições didáticas importantes:
• Ter um bom acervo de livros de forma que facilite a seleção dos títulos e das ilustrações, além de ter um bom enredo e não apresentar vocabulário pobre ou infantilizado.
• Tornar a leitura uma rotina para as crianças.
• Preparar-se para o momento da leitura, arrumar um ambiente favorável, uma espécie de “Cantinho da Leitura.”
• Ensinar a diferença entre ler e contar histórias, de forma que a criança se identifique com a linguagem escrita.
• Conhecer para indicar. Os professores precisam ter um bom conhecimento dos livros que serão indicados, além de gostar deles.
• Realizar a discussão coletiva de cada texto.

O incentivo à leitura desde os primeiros anos escolares é uma das principais e mais importantes missões da escola.


Por Elen Cristine


"O importante é motivar a criança para leitura, para a aventura de ler."(Ziraldo)


Fonte: Mundo Educação

Nenhum comentário:

Postar um comentário